O trabalho de Paulo José, com suas memoráveis atuações, acompanha há várias décadas a história do cinema brasileiro. A homenagem aos seus 50 anos de atuação no cinema mostrou a diversidade e a riqueza de seu trabalho. Paulo começou no teatro – sua grande paixão, jamais abandonada –, entrando em seguida para o cinema e, mais tarde, também para a TV. É ator para todos os palcos e telas, mas, como se fosse pouco, também é diretor e roteirista.

Foram 17 filmes escolhidos em meio a uma lista extensa: para a curadoria, um grande desafio e uma grande honra. O resultado foi uma deliciosa seleção, que mostra o ator em diferentes fases, traçando, ao mesmo tempo, um panorama do cinema brasileiro nas últimas décadas. Do Cinema Novo à Retomada, nossa seleção se inicia em 1965, com O padre e a moça, de Joaquim Pedro de Andrade, até chegar  a 2011, com o lírico O palhaço, de Selton Mello, abrangendo também os mais diversos gêneros, do drama à comédia. Contou ainda a realização de um livro com textos inéditos, palestras,
debates e sessões comentadas, além da ilustre presença do homenageado e de alguns de seus amigos, como Domingos Oliveira.

Possibilitar a fruição destes filmes, muitos em 35 mm (nem todos reeditados em DVD), foi uma prioridade da curadoria. Apesar de seu apego ao teatro, ao qual sempre se dedicou com grande gosto, é em película que seu trabalho se eterniza. Nossa seleção apresentou um panorama do papel que Paulo José desempenha no cinema e, portanto, na cultura brasileira.

QUANDO?

10  a 22 de março, 2015

ONDE?

Caixa Cultural - Rio de Janeiro
Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, RJ