10/03 - QUINTA

19h: Limite | Mario Peixoto | 1931 | Livre | 2h | 35mm + Sessão especial com música ao vivo do pianista, compositor e arranjador Tomás Improta + projetor na sala

11/03- SEXTA

17h: Perigo negro | Rogério Sganzerla | 1992 | 16 anos | 28min | Digital +

 Quem seria o feliz conviva de Isadora Duncan? | Júlio Bressane | 1992 | 16 anos | 28min | Digital + Uma noite com Oswald | Inácio Zatz e Ricardo Dias | 1992 | 16 anos | 29min | 35mm

 

19h: Como era gostoso o meu francês | Nelson Pereira dos Santos | 1971 | 18 anos | 1h24min | Digital

 

12/03 - SÁBADO

14h: Não vim no mundo para ser pedra | Fabio Rodrigues Filho | 2021 | Livre | 26min | Digital + Chico Antônio, o herói com caráter | Eduardo Escorel | 1983 | Livre | 40min | Digital

 

16h: O mestre de Apipucos | Joaquim Pedro de Andrade | 1959 | Livre | 8min | 35mm + Macunaíma | Joaquim Pedro de Andrade | 1969 | 16 anos | 1h50 min | 35mm

 

19h: Por onde anda Makunaíma? | Rodrigo Séllos | 2020 | 12 anos | 1h24min | Digital

 

13/03 - DOMINGO

15h: Deus e o diabo na terra do sol | Glauber Rocha | 1964 | 12 anos | 2h | Digital 

 

18h: Terra em transe | Glauber Rocha | 1967 | 14 anos | 1h55min | 35mm

 

14/03 - SEGUNDA            

16h30: República do Mangue | Julia Chacur, Mateus Sanches Duarte e Priscila Serejo | 2020 | 10 anos | 8min | Digital + Mangue-bangue | Neville D’ Almeida | 1971 | 18 anos | 1h20min | Digital

 

19h: O mandarim | Júlio Bressane | 1995 | 16 anos | 1h30min | Digital

 

16/03 - QUARTA 

16h30: Tarsila: 50 anos de pintura | Fernando Coni Campos | 1969 | Livre | 8min | 35mm + Viagem ao fim do mundo | Fernando Coni Campos | 1968 | 12 anos | 1h30min | Digital

 

19h: Orgia ou O homem que deu cria | João Silvério Trevisan | 1970 | 12 anos | 1h32min | Digital

 

17/03 - QUINTA

14:15: No paiz das Amazonas* | Silvino Santos | 1922 | Livre | 2h23m | Digital 

 

17h: Travessia | Safira Moreira | 2017 | 5min | Digital + Alma no olho | Zózimo Bulbul | 1974 | 10 anos | 11min | Digital + Há terra! | Ana Vaz | 2016 | Livre | 12min | Digital + Grin | Isael Maxakali, Roney Freitas e Sueli Maxakali | 2016 | Livre | 40min | Digital

19h: Nũhũ yãg mũ yõg hãm: essa terra é nossa! | Carolina Canguçu, Isael Maxakali, Roberto Romero e Sueli Maxakali | 2020 | 12 anos | 1h10min | Digital

 

18/03 - SEXTA

16:30h: Branco sai, preto fica | Adirley Queirós | 2012 | 14 anos | 1h33min | Digital

 

19h: Bárbaro e nosso – Imagens para Oswald de Andrade | Márcio Souza | 1969 | 14 anos | 11min | Digital + Miramar | Júlio Bressane | 1997 | 18 anos | 1h22min | Digital

 

19/03 - SÁBADO

14h: Brasilianas 2: canções populares – "Azulão” e “O pinhal" | Humberto Mauro | 1948 | Livre | 7min | 35mm + Brasilianas 4: engenhos e usinas | Humberto Mauro | 1955 | Livre | 8min | 35mm + Brasilianas 1: Canções populares – "Chuá... chuá…” e “A casinha pequenina" | Humberto Mauro | 1945 | Livre | 7min | 35mm +

Cinema é maresia | Diogo Cavour | 2008 | Livre | 15min | Digital +

O Aleijadinho | Joaquim Pedro de Andrade | 1978 | 10 anos | 24min | 35mm

 

16h: O poeta do Castelo | Joaquim Pedro de Andrade | 1959 | Livre | 12min | 35mm + O homem do pau-brasil | Joaquim Pedro de Andrade | 1980 | 18 anos | 1h52min | 35mm 

 

18h45: O mestre de Apipucos | Joaquim Pedro de Andrade | 1959 | Livre | 8min | 35mm + Macunaíma | Joaquim Pedro de Andrade | 1969 | 16 anos | 1h50 min | 35mm

 

20/03 - DOMINGO

14h30: Sessão com acessibilidade: “Por onde anda Makunaíma?” (2020) com | Rodrigo Séllos | 2020 | 12 anos | 1h24min | Digital - com legendagem descritiva, janela de libras e audiodescrição. 

 

16h30: Não vim no mundo para ser pedra | Fabio Rodrigues Filho | 2021 | Livre | 26min | Digital + Chico Antônio, o herói com caráter | Eduardo Escorel | 1983 | Livre | 40min | Digital

 

18h15: Sem essa, Aranha | Rogério Sganzerla | 1978 | 16 anos | 1h42min | Digital

 

21/03 - SEGUNDA 

16h: Carmen Miranda: bananas is my business | Helena Solberg | 1995 | Livre | 1h31min | 35mm

 

18h30: Tarsila: 50 anos de pintura | Fernando Coni Campos | 1969 | Livre | 8min | 35mm + Ladrões de cinema | Fernando Coni Campos | 1977 | 14 anos | 2h7min | 35mm

23/03 - QUARTA

15h30: Nũhũ yãg mũ yõg hãm: essa terra é nossa! | Carolina Canguçu, Isael Maxakali, Roberto Romero e Sueli Maxakali | 2020 | 12 anos | 1h10min | Digital 

 

17h30: Apiyemiyekî? | Ana Vaz | 2019 | 12 anos | 29min | Digital + Mato eles? | Sergio Bianchi | 1983 | Livre | 40min | 16mm

24/03 - QUINTA 

17h: Bye bye Brasil | Cacá Diegues | 1980 | 18 anos | 1h40min | Digital 

 

20h: Debate Online* – Espectros de 22 (1822/1922/2022) na cultura e nas artes brasileiras

Com Denilson Baniwa (artista-jaguar da nação Baniwa) e Clarissa Diniz (curadora, escritora e professora de artes visuais da EAV).

Mediação de Lorraine Mendes. 

Transmissão ao vivo pelo Facebook do CCBB e pelo YouTube da produtora Lúdica. 

*O debate contará com janela de Libras. 

25/03- SEXTA

17h: Viagem ao fim do mundo | Fernando Coni Campos | 1968 | 12 anos | 1h30min | Digital

 

Registro dos debates online


26/03 - SÁBADO 

15h: Tudo é Brasil | Rogério Sganzerla | 1997 | Livre | 1h22min 

 

17h30: Como era gostoso o meu francês | Nelson Pereira dos Santos | 1971 | 18 anos | 1h24min 

27/03 - DOMINGO

14h: O ataque das araras | Jairo Ferreira | 1975 | 12 anos | 11min | Digital + Iracema: uma transa amazônica | Jorge Bodanzky e Orlando Senna | 1974 | 16 anos | 1h20min | 16mm

 

16h15: Debate Presencial – Por onde anda 1922? O cinema brasileiro devorando e sendo devorado

Com Bernardo Oliveira (professor da UFRJ, pesquisador, crítico de música e cinema e produtor), Fred Coelho (pesquisador, escritor e professor da graduação e pós-graduação em Letras da PUC-Rio) e Juliano Gomes (crítico, professor e co-editor da Revista Cinética).

Mediação de Diogo Cavour.

28/03 - SEGUNDA

16h30: Branco sai, preto fica | Adirley Queirós | 2012 | 14 anos | 1h33min | Digital

 

19h: A$suntina das Amérikas | Luiz Rosemberg Filho | 1976 | 18 anos | 1h30min | Digital

30/03 - QUARTA

15h00: Tabu | Júlio Bressane | 1982 | 18 anos | 1h25min | Digital

 

17h00: O homem do pau-brasil | Joaquim Pedro de Andrade | 1980 | 18 anos | 1h52min | 35mm

31/03 - QUINTA

17h: Bárbaro e nosso – Imagens para Oswald de Andrade | Márcio Souza | 1969 | 11min | Digital + A$suntina das Amérikas | Luiz Rosemberg Filho | 1976 | 18 anos | 1h30min | Digital

01/04 - SEXTA

17h: Eh Pagu, eh! | Ivo Branco | 1985 | Livre | 15min | 35mm + Eternamente Pagu | Norma Bengell | 1988 | 14 anos | 1h40min | 35mm

02/04 - SÁBADO

14h30: Terra em transe | Glauber Rocha | 1967 | 14 anos | 1h55min | 35mm

 

17h: Debate Presencial – Glauber Rocha, Cinema Novo e Modernismo

Com Ivana Bentes (professora, curadora e pesquisadora acadêmica na área de comunicação e cultura) e Rafael Julião (poeta e pesquisador da canção popular brasileira e de suas relações com a literatura, com o cinema e com as artes plásticas).

Mediação de Diogo Cavour.

 

03/04 - DOMINGO

14h: Brasilianas 2: canções populares – "Azulão” e “O pinhal" | Humberto Mauro | 1948 | Livre | 7min | 35mm + Brasilianas 4: engenhos e usinas | Humberto Mauro | 1955 | Livre | 8min | 35mm + Brasilianas 1: Canções populares – "Chuá... chuá…” e “A casinha pequenina" | Humberto Mauro | 1945 | Livre | 7min | 35mm +

Cinema é maresia | Diogo Cavour | 2008 | Livre | 15min | Digital +

O Aleijadinho | Joaquim Pedro de Andrade | 1978 | 10 anos | 24min | 35mm

 

15h45: Ladrões de cinema | Fernando Coni Campos | 1977 | 14 anos | 2h7min | 35mm

04/04 - SEGUNDA

17h: Travessia | Safira Moreira | 2017 | 5min | Digital + Alma no olho | Zózimo Bulbul | 1974 | 10 anos | 11min | Digital + Há terra! | Ana Vaz | 2016 | Livre | 12min | Digital + Grin | Isael Maxakali, Roney Freitas e Sueli Maxakali | 2016 | Livre | 40min | Digital

 

19h: O ataque das araras | Jairo Ferreira | 1975 | 12 anos | 11min | Digital + Iracema: uma transa amazônica | Jorge Bodanzky e Orlando Senna | 1974 | 16 anos | 1h20min | 16mm

06/04 - QUARTA

16h30: Herói póstumo da província | Rudá de Andrade | Livre | 1973 | 15min | Digital + Miramar | Júlio Bressane | 1997 | 18 anos | 1h22min | Digital

19h: Perigo negro | Rogério Sganzerla | 1992 | 16 anos | 28min | Digital + Quem seria o feliz conviva de Isadora Duncan? | Júlio Bressane | 1992 | 16 anos | 28min | Digital + Uma noite com Oswald | Inácio Zatz e Ricardo Dias | 1992 | 16 anos | 29min | 35mm

07/04 - QUINTA

16h: O mandarim | Júlio Bressane | 1995 | 16 anos | 1h30min | Digital

 

18h30: República do Mangue | Julia Chacur, Mateus Sanches Duarte e Priscila Serejo | 2020 | 10 anos | 8min | Digital + Mangue-bangue | Neville D’ Almeida | 1971 | 18 anos | 1h20min | Digital

*Sessão comentada com a presença do diretor, Neville d’Almeida, após a exibição

 

08/04 - SEXTA

14h30: Sem essa, Aranha | Rogério Sganzerla | 1978 | 16 anos | 1h42min | Digital

 

17h: Apiyemiyekî? | Ana Vaz | 2019 | 12 anos | 29min | Digital + Mato eles? | Sergio Bianchi | 1983 | Livre | 40min | 16mm

19h: O poeta do Castelo | Joaquim Pedro de Andrade | 1959 | Livre | 12min | 35mm + Carmen Miranda: bananas is my business | Helena Solberg | 1995 | Livre | 1h31min | 35mm

 

09/04 - SÁBADO

15h: Como era gostoso o meu francês | Nelson Pereira dos Santos | 1971 | 18 anos | 1h24min | Digital 

 

17h: Um filme 100% brazileiro | José Sette | 1985 | 16 anos | 1h23min | Digital

 

19h: Palestra – Uma literatura sem literatura, um cinema sem imagens

Com Manoel Ricardo de Lima, escritor, doutor em Teoria Literária pela UFSC e professor de Literatura Brasileira da UNIRIO.

 

10/04 - DOMINGO

15h: Deus e o diabo na terra do sol | Glauber Rocha | 1964 | 12 anos | 2h | Digital 

 

18h: Limite | Mario Peixoto | 1931 | Livre | 2h | 35mm + Sessão especial com acompanhamento sonoro ao vivo de Lcuas Pires e Mbé + projetor na sala

 

Lucas Pires é programador visual e artista sonoro fluminense. Seu trabalho investiga as possibilidades sonoras de fitas cassete a partir de colagens, loops e ruídos. Além de discos solo assinados como Lucas, ele é membro do grupo de arte multimídia DEDO, com quem lançou quatro álbuns e ocupou salas de cinema, casas de shows, galerias, museus e desfiles. Faz parte do selo carioca QTV.

Mbé (palavra yorubá que significa “ser e existir”), é o nome que carrega o projeto solo de Luan Correia, pesquisador, compositor, produtor musical/cultural e engenheiro de som. Em 2021 lançou o seu primeiro trabalho, ROCINHA, álbum que teve grande repercussão na imprensa com reportagens para grandes mídias e também presente nas listas de melhores discos do ano, como na lista da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Luan também trabalha com o selo de música experimental carioca QTV, desde 2017.

 

11/04 - SEGUNDA

16h30: Herói póstumo da província | Rudá de Andrade | Livre | 1973 | 15min | Digital + Tabu | Júlio Bressane | 1982 | 18 anos | 1h25min | Digital

 

19h: Tudo é Brasil | Rogério Sganzerla | 1997 | Livre | 1h22min | Digital

WhatsApp Image 2022-02-11 at 16.49.13.jpeg